Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Um dos factos que não entendo, mas acredito que seja isso que o mercado dita, é o desaparecimento da produção de filmes eróticos. Eu gostava de filmes eróticos, daqueles muito soft que passavam nas noites da RTP2 e mais tarde da SIC.

 

O porno puro e duro não me diz nada, nem entendo como há tanto negócio à sua volta. E o que se faz, a roçar o sensual está longe do erótico.

 

Está na calha a versão 3D do filme "Emmanuelle" um dos maiores clássicos de sempre do filme erótico, rodado em 1974.

 

 

 

 

 

O filme Emmanuelle foi um filme muito importante para mim, porque lá em casa, sexo nunca foi tema que se falasse. E Emmanuelle foi o primeiro contacto que tive com imensas coisas do mundo do sexo e das relações.

 

Foi ao ver o Emmanuelle que descobri:

 

A primeira cena lésbica: Nem queria acreditar no que via, quando emmanuelle se enrola numa cadeira de baloiço com uma outra personagem do filme.

 

A masturbação feminina, o voyerismo e o exibicionismo.  Coisas que desconhecia totalmente, antes de emmanuelle apenas tinha visto umas fotos dumas revista Gina (esse outro clássico). Foi alucinante ver Emmanuelle observar...

 

Sexo com um desconhecido, foi a cena que mais marcou: Emmanuelle envolve-se com um desconhecido no avião, debaixo duma manta e depois na casa de banho do avião.

 

Acho que o fetiche das casas de banho de avião nasceu com este filme.

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 10:02


Cavalgada

por Nuno Saraiva, em 24.03.11

Descobri por acaso esta canção de Roberto Carlos, que para variar não fala de carros :D, mas sim de amor, ou mais especificamente do acto sexual com amor.

 

A versão de Roberto Carlos, é demasiado lenta, quase que não condiz com a letra. Ou por outro lado, ajuda a pensar na letra como descritiva de sexo tântrico (cavalgar por toda a noite)...

 

 

 

 

 

A versão portuguesa que ouvi de Fernando Santana, está em versão acelerada de baile popular, e dentro do estilo é muito bem cantada.

 

 

 

 

 

 

Afinal de contas o que eu gosto mais é mesmo a letra:

 

Vou cavalgar por toda a noite
Por uma estrada colorida
Usar meus beijos como açoite
E a minha mão mais atrevida
Vou me agarrar aos seus cabelos
Pra não cair do seu galope
Vou atender aos meus apelos
Antes que o dia nos sufoque
Vou me perder na madrugada
Pra me encontrar no seu abraço
Depois de toda a cavalgada
Vou me deitar no seu cansaço
Sem me importar se nesse instante
Sou dominado ou se domino
Vou me sentir como um gigante
Ou nada mais do que um menino
Estrelas mudam de lugar
Chegam mais perto só pra ver
E ainda brilham na manhã
Depois do nosso adormecer
E na grandeza desse instante
O amor cavalga sem saber
Que na beleza dessa hora
O sol espera pra nascer!

 

Um grande trabalho de Erasmo Carlos


Roberto Carlos ao vivo em 2005 (uma versão mais apuradita a terminar em apoteose, como é natural... ;)  )

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:58


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds