Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



40 Inspirational Speeches in 2 Minutes

por Nuno Saraiva, em 02.02.10

 

 

Momentos que mudam um filme!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:54


Sócrates, o vilão do teleponto

por Nuno Saraiva, em 08.09.09
Hoje de manhã, preparava-me eu para ler um pouco no comboio, uma senhora começou a discursar, com a sua voz estridente. Foram 40 minutos de irritação para a maioria dos que ali iam. Onde pudemos aprender que:

  • Mário Soares é o homem mais rico da Europa. Muito mais do que o Belmiro de Azevedo.

  • A senhora pagou 2500 Euros, 500 contos de IRS o ano passado e não usufrui de nada nada nada do Estado.

  • Foi a casa de Sócrates e disse-lhe: "Meu menino, tu és um aldrabão, mas a mim não me enganas.

  • Os portugueses são todos estúpidos.

  • A senhora tem as suas duas casas e a casa da mãe, sob escuta e vigilância constante. Pôs umas portadas novas na casa da aldeia, e passado um dia viu-os a mudar as máquinas para uma mais forte.

  • Um senhor indignado pelo discurso da senhora disse-lhe para ir fazer comício para o outro lado ao que a senhora respondeu: "O senhor não me engana! Tem tacho e tá com medo.."

  • Quando o senhor saiu na Amadora, ficamos a saber que se tratava dum espião, que andava sempre atrás da senhora, a controla-la


Mas a informação mais importante de todas, sabem qual foi???

  • A senhora entrou em grande num comício do PS em Castelo Branco e disse bem alto: "Não sejam tolos! Este homem não está a falar! Está a ler textos naquela televisão.


:D Noias!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:51

Uma das pesquisas acertadas com mais sucesso neste blog, é Paul Potts. As pessoas querem saber algo sobre Paul Potts e no post Acreditar em nós próprios ficam com uma noção do que aconteceu.

Em 2009, repetiu-se, e por isso, é caso para perguntar, quantos talentos estarão por aí escondidos?

Voltaria a escrever o mesmo post para Susan Boyle. O vídeo está aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:37


Um ano

por Nuno Saraiva, em 29.08.08

Fez esta semana um ano que mudei para wordpress. Estive a reler os posts mais populares, a passar os olhos pelo aspecto de alguns meses, para ver o que ficou.


 


Vejo, como é natural alguns defeitos, alguns posts menos cuidados, efeito de falta de tempo associada a períodos de tempo sem posts, mas vejo posts com que me identifico, vejo a minha vida e a minha cultura.


 


A todos que me leram, comentaram, citaram e subscreveram a feed, aqu deixo o meu agradecimento.


 


Deixo abaixo os posts mais populares (estatísticas do wordpress).


 


TOP TEN PROFISSIONAL


 


1. O novo sistema de normalização contabi


 


2. O mundo numa pen (My Geek Army Knife)


 


3. Auditoria informática


 


4. e-learning


 


5. Quatro ferramentas de apoio à gestão d


 


6. O Boicote de 1, 2 e 3 de Junho dá-me vo


 


7. Clean Desk policy


 


8. Gestão do tempo - o princípio de Paret


 


9. Adeus USGAAP: E.U.A dizem Olá às IFRS


 


10. Target-costing pode falhar.


 


 


 


TOP TEN LAZER


 


1. Kama-Sutra para a malta adepta das coisa


2. Garganta Funda


 


3. Carlos Paião


 


4. Diário da Nossa Paixão


 


5. 15 Dicas para Apimentar sua Vida Sexual


 


6. Call Girl


 


7. Só os japoneses


 


8. O caminho do Rei


 


9. Moda Verão 2005


 


10. Jesus Cristo Superstar


 


 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:02


Solução do quebra-cabeças 3/3

por Nuno Saraiva, em 22.08.07
Solução final dos sete bolos. Generalização matemática.

Se existirem k bolos, o João tem a vantagem em k-1. Como vimos nos exemplos anteriores, temos sempre uma vantagem no primeiro bolo. - A
Porque: Sabendo que temos vantagem se o João escolher o primeiro bolo, cortamo-lo em 1/2 + A/4 e 1/2-A/4.
Se o João escolher o bocado 1/2+A/4, nós ficamos com 1/2 bolo de desvantagem mas ganharemos a vantagem A nos restantes k bolos; ficando com uma vantagem líquida de A/2

Ao contrário se o João escolher ser segundo no primeiro bolo, nós cortaremos todos os pedaços restantes em 1/2, voltamos a ganhar a vantagem de A/2. (Primeiro bolo).

Conclui-se que ganhamos 1/2 para dois bolos, 1/4 para três bolos, 1/8 para quatro bolos e 1/64 para sete bolos.

isto é VANTAGEM = 1/(2^(k-1))

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:43


Mais um desafio à mente

por Nuno Saraiva, em 20.08.07
Um jovem um dia contou uma anedota que muito agradou a um Sultão. O Sultão, amante da matemática e das probabilidades, ofereceu ao rapaz uma das 100 filhas para casar.

As jovens são-lhe apresentadas uma a uma de forma aleatória. Uma vez que rejeite uma, já não a pode escolher. Quando se decidir por uma é com essa que tem de ficar, mesmo que houvesse mais bonitas no grupo das restantes.

Que estratégia deve o rapaz utilizar para garantir 25% de probabilidade de escolher a mais bonita?

Para garantir a aleatoriedade em relação à beleza, pediu para que as filhas do sultão lhe fossem mostradas pela ordem da hora e minuto do nascimento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:32


Quebra cabeças 3/3

por Nuno Saraiva, em 19.08.07
Continuando os quebra cabeças.

Se houver sete bolos e o João escolher seis, quem tem vantagem? Por quanto?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:32


Solução do quebra-cabeças 2/3

por Nuno Saraiva, em 19.08.07
Como nós e o João somos muito gulosos, no dia seguinte vamos ao café, e pedimos três bolos, e decidimos jogar:

Nós cortamos os três bolos, e o João escolhe duas vezes primeiro.
Isto é, cortamos o primeiro bolo, o João decide se que ser primeiro ou segundo
Cortamos o segundo, João decide novamente,
e depois o terceiro.

Como devemos cortar os bolos para comermos o máximo?



Um dos aspectos a considerar, dado que o João vai escolher duas vezes em primeiro, é que se ele decidir escolher o primeiro bolo, para o segundo e terceiros bolos aplica-se o mesmo caso da primeira solução:
Comemos 1,25.

Se o João decidir que somos os primeiros a escolher, então cortamos o bolo n.2 e n.3 em 1/2.

O segredo está por isso novamente no primeiro corte:

Utilizando a matemática, vamos cortar o bolo em f e (1-f)

Tal como no primeiro caso, o que temos que descobrir é a linha limite que torna a decisão do João sem qualquer efeito.

f + 1/2 + 1/2 = (1 - f) + 1 1/4 ou seja,
f + 1 = 9/4 - f.
2f = 5/4.
f = 5/8.

Assim ficamos com 1 + 5/8 e o João com 1 + 3/8

Se o João escolher os 5/8, ficamos 1,25 + 3/8 , que é precisamente a mesma coisa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:20


Quebra cabeças 2/3

por Nuno Saraiva, em 08.08.07
Tendo em conta este post e a respectiva solução, resolva a seguinte questão:

Como nós e o João somos muito gulosos, no dia seguinte vamos ao café, e pedimos três bolos, e decidimos jogar:

Nós cortamos os três bolos, e o João escolhe duas vezes primeiro.
Isto é, cortamos o primeiro bolo, o João decide se que ser primeiro ou segundo
Cortamos o segundo, João decide novamente,
e depois o terceiro.

Como devemos cortar os bolos para comermos o máximo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:36


Solução do quebra-cabeças

por Nuno Saraiva, em 06.08.07
Era necessário recorrer à matemática para solucionar este quebra-cabeças.
Se o João decidisse escolher primeiro, ele iria ficar com a fracção maior desse bolo, mas aqui você ficava com 1+(1-f).

Assim o João está obrigado a escolher sempre a escolha no segundo bolo,

E assim sendo, o segundo bolo será sempre dividido em 1/2, de onde vem:

Nós: 1/2 + f
João 1/2+ (1-f)

Agora temos que garantir no primeiro bolo, uma fracção igual ao total do João, assim:

f=(1-f)+1/2 <>2f = 3/2 <> f=3/4

Se o João decide escolher, escolhe os 3/4 e não leva nada do segundo bolo

O inverso leva 1/4 + 1/2 = 3/4

nós levamos sempre 1,25

Se o maior pedaço fosse menor que 3/4, João ficava com 1/2 + 1/4 + x
Se o maior pedaço fosse maior que 3/4. João escolhia-o ficando com 3/4 + x.
E nós ficaríamos sempre com menos de 1,25.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:25


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D