Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um dos factos que não entendo, mas acredito que seja isso que o mercado dita, é o desaparecimento da produção de filmes eróticos. Eu gostava de filmes eróticos, daqueles muito soft que passavam nas noites da RTP2 e mais tarde da SIC.

 

O porno puro e duro não me diz nada, nem entendo como há tanto negócio à sua volta. E o que se faz, a roçar o sensual está longe do erótico.

 

Está na calha a versão 3D do filme "Emmanuelle" um dos maiores clássicos de sempre do filme erótico, rodado em 1974.

 

 

 

 

 

O filme Emmanuelle foi um filme muito importante para mim, porque lá em casa, sexo nunca foi tema que se falasse. E Emmanuelle foi o primeiro contacto que tive com imensas coisas do mundo do sexo e das relações.

 

Foi ao ver o Emmanuelle que descobri:

 

A primeira cena lésbica: Nem queria acreditar no que via, quando emmanuelle se enrola numa cadeira de baloiço com uma outra personagem do filme.

 

A masturbação feminina, o voyerismo e o exibicionismo.  Coisas que desconhecia totalmente, antes de emmanuelle apenas tinha visto umas fotos dumas revista Gina (esse outro clássico). Foi alucinante ver Emmanuelle observar...

 

Sexo com um desconhecido, foi a cena que mais marcou: Emmanuelle envolve-se com um desconhecido no avião, debaixo duma manta e depois na casa de banho do avião.

 

Acho que o fetiche das casas de banho de avião nasceu com este filme.

 

 

 

 

 

 

 

 

Tags:

publicado às 10:02


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds