Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Uma das coisas que cada vez mais se vê na imprensa é a escolha de títulos sensacionalistas. O problema é quanto o título diz uma coisa e o conteúdo é outro ou sem pés nem cabeça.

Esta notícia diz-nos que:

O PCP, a CIP e a associação dos restaurantes querem um período de transição para as empresas na aplicação das novas regras de contabilidade.

A duas semanas da entrada em vigor das novas regras contabilísticas e fiscais, o Sistema de Normalização Contabilística (SNC), as empresas - PME - não estão preparadas para as novas normas. Estas entram em vigor já em Janeiro, e os especialistas referem que há ainda um grande desconhecimento por parte dos empresários sobre o impacto que o novo sistema trará.

Um estudo da KPMG indica que 93% das 214 empresas inquiridas admitem que estão insuficientemente informados sobre as implicações fiscais do SNC. O 'partner' da KPMG, Vítor Ribeirinho, considera que os empresários estão mal preparados. "Aquilo que era expectável nesta altura era que estivessem a preparar os seus processos de transição", afirmou. "Mas as entidades não têm percepção do que vai acontecer, ainda não há acções de alteração dos sistemas informáticos, por exemplo", acrescentou.


 

O título é Empresas não estão prontas para a nova contabilidade.

Não sou especialista em estatística, mas 214 empresas não é muito pouco?

Mais: Quantas PMEs têm dimensão para ter sistema de contabilidade próprio?

Creio que maioria dos contabilistas já tem preparado o processo de transição, e o mais importante é ter os conceitos interiorizados e não o sistema informático. A contabilidade é um sistema de informação. Não é natural que as empresas tenham de alterar o que quer que seja nas suas operações porque mudou o sistema contabilístico.

E falar em impacto fiscal nas PMES? Muda muito pouco nas operações do dia-a-dia. Muda muito o relato a fazer em 2011, muito trabalho adicional, muita divulgação. Agora a empresa em si, não tem de preparar nada, a não ser o seu sistema de informação.

Ainda assim, se uma empresa que tem dimensão para ter a contabilidade feita internamente, tem em empregado Técnico de Contas que ainda não mexeu uma palha, não foi a uma formação, ou a empresa está falida, ou tem um péssimo contabilista.

publicado às 23:45


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds