Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ultimamente não tenho ido a entrevistas de emprego pois pretendo desenvolver mais a actividade de prestação de serviços de contabilidade, em adição ao meu emprego actual.


Sempre trabalhei para, ou prestando serviços para grandes empresas e multinacionais, onde há uma imagem pública a manter, e empregados descontentes são um alvo fácil, para a comunicação social. Este ambiente de extremo cuidado com os media contribuiu, evidentemente para a formação da opinião abaixo.


Eu encaro uma entrevista de emprego como algo pessoal, e considero que ambas as partes devem guardar para si o que se passou na entrevista bem como informações sobre o negócio / organização da empresa em questão. (Salvo ilegalidade, que deve ser tratada nos sítios adequados).


Tal como não gostaria que a empresa publicitasse no seu site que eu lá fui a uma entrevista, que cheirava a suor, que tinha a gravata suja de ovo estrelado, que parecia um russo a falar inglês ou até me tinha contradito; Não conto publicar nada que se passe numa entrevista qualquer, ainda que saia de lá com a impressão que a empresa não vale uma beata, é extremamente desorganizada, tem problemas de controlo interno, etc.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:49


3 comentários

De Nuno Job a 20.11.2007 às 14:50

Pah espero que não vás as entrevistas com nodoas de ovo :P

Agora a sério. Eu escrevi sobre isso porque considero importante para outros estudantes (como eu) puderem ler sobre como correram as entrevistas de colegas deles nas mesmas empresas.

As empresas não são pessoas. Têm uma responsabilidade e perante isso devem tentar melhorar os defeitos apontados em vez de chantagear quem fala disso. Como tal não concordo nada com o que dizes.

De Nuno Saraiva a 20.11.2007 às 15:49

As empresas não são pessoas singulares, mas são pessoas colectivas, isto é, são um conjunto de pessoas a interagir de forma a atingir um objectivo comum. (Normalmente uma boa remuneração do capital).

Como é óbvio, tens todo o direito de escrever sobre o assunto (salvo se assinaste acordo de confidencialidade), mas eu acho que é uma má opção. É preferível escrever uma carta ao director se detectada alguma situação injusta, menos clara, ou até positiva.

Eu não o faço pelas razões que escrevi, não gostava que a empresa o fizesse sobre mim também, e não acho que as empresas devam ter mais responsabilidades que os trabalhadores, ou que aqueles que tiveram acesso a determinada informação porque se candidataram a lá trabalhar.

De 10 posts mais populares em Novembro « Mente Positiva a 02.12.2007 às 15:16

[...] Porque não escrevo sobre entrevistas de [...]

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D