Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Dell Studio 15

por Nuno Saraiva, em 29.06.08
[Youtube http://www.youtube.com/watch?v=eLiXB4KSPgM]

Se não podes vencê-los.. Faz como eles..

A Dell está com umas novas linhas, algures entre os Vaio e os Macbook. Muitas cores, e até aplicações para tornar o Windows mais parecido com o Mac OS.

Dell Studio 15

Ver mais aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:10


Patrícia Vasconcelos

por Nuno Saraiva, em 29.06.08
Por mero acaso, para relaxar, fui na Quinta-feira ver um concerto da Patrícia Vasconcelos, profissional do mundo do casting.

Não fazia ideia quem era Patrícia Vasconcelos, ao vê-la no palco, sabia que a cara não me era estranha, sei agora que era por ter sido júri numa das edições da Operação Triunfo, da RTP.

As suas capacidades de canto, não sendo maravilhosas, são boas, muito acima da média, claro. E o concerto foi muito agradável, não fiquei nada arrependido de lá ter ido.

Depois de algumas canções originais, vieram algumas coisas ligadas ao cinema. A Abrir, uma das minhas músicas preferidas: Smile ( and maybe tomorrow you'll see the sun come shining through). Uma música que o Bublé canta maravilhosamente bem, e há dezenas de versões tais como: Nat King Cole, Michael Bolton, The Lettermen, Eric Clapton, Betty Everett and Jerry Butler, Elvis Costello, Lyle Lovett, Lyle Lovett, Julia Migenes, Michael Jackson, Michael Bublé, Maria Friedman, Petula Clark, Westlife, Djavan, Robert Downey Jr. and Ray Quinn.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=iu-rLA4POkI]

Depois, houve vários convidados: Carlos Martins no sax, Eduardo Lala no trombone (grande show..), Michel e Lúcia Moniz.

O momento de Michel foi também fantástico. Sapateado acompanhando PV a cantar a Serenata à Chuva, outro dos melhores momentos de sempre do cinema. Talvez o melhor momento musical de sempre.

A canção cantada com Lúcia Moniz, desiludiu um pouco. Mal ensaiada, desconcentração, e tudo levado com alguma ligeireza que algumas pessoas poderão não ter gostado.

Em suma, gosto da voz, gosto muito do repertório, e foi uma hora e pouco muito agradável.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=bkEvy-9yVyQ]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:01


1983

por Nuno Saraiva, em 22.06.08


Parece que é um pc de 1983. Será que o relógio faz parte??

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:05


JVC's nifty fifty

por Nuno Saraiva, em 22.06.08
Uma das dúvidas que muitos de nós temos, é quais as opções para o registo de vídeo? A comprar uma câmara neste momento, qual comprar?

Provavelmente nenhuma.

Porque em Agosto a JVC vai lançar a Câmara JVC Everio GZ-HD40. Com gravação HD e um disco de 120 Gigas, que permite gravar por mais de 50 horas.



(gizmodo)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:37

[Youtube http://www.youtube.com/watch?v=FlFzBYMAGj8]

Este fim-de-semana, enquanto navegava pelo Youtube, fui ter ao vídeo acima, com um minuto do filme que mais marcou a minha adolescência/juventude, dado o fascínio que tinha na altura por aviões e pela Força Aérea.

Foi um filme que vi mais de 10 vezes. A cena a cima é uma cena de sonho para qualquer mulher, que qualquer homem gostaria de proporcionar. Ela, bonita. Ele bonito, e de farda branca, a liderar um conjunto de homens.

Logo à noite, vou ver o Topgun outra vez. Há filmes inesquecíveis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 08:31


A Bolha do Petróleo - as minhas dúvidas

por Nuno Saraiva, em 15.06.08

Se o preço do petróleo está realmente inflaccionado pela especulação financeira, não estaremos perante uma bolha, como acontece com as restantes acções / produtos de investimento?


Se há realmente uma bolha como podemos apurar o verdadeiro preço do petróleo?


A haver bolha, o que acontece se esta rebentar? Vamos ter o barril novamente a 50 ou 75 dólares, como alguns defendem?


Se os preços acompanharem este rebentamento poderá haver deflação nalguns países?


Claro que as empresas do sector caiem por arrasto.



O Gráfico acima mostra as variações características duma bolha de mercado. Além disso compara-a com as variações das TI e mostra que a bolha começou precisamente quando rebentou a bolha das .COM




Este segundo gráfico mostra como foi a bolha IT e o caminho das empresas de energia, com todo o aspecto de formação de bolha.


Pode ler toda a informação detalhada neste PDF.


Por um lado é bom que a bolha rebente depressa, para pagarmos o preço justo pelos combustíveis. Por outro, uma queda dum sector é sempre negativa para as bolsas de mercados.



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:46


O fim da era do automóvel?

por Nuno Saraiva, em 14.06.08

Como havia referido em posts anteriores para o caso português, a distribuição de combustíveis não é um negócio atractivo, gera baixa rendibilidades de capitais para investimentos de longo prazo.


Como referi na altura, seria vantajoso para a Galp deixar de distribuir combustíveis e dedicar-se apenas à extracção. (Isto implica que conseguia sair da distribuição recuperando o investimento (vendendo cada um dos postos que possui pelo valor do investimento a recuperar))


Se isto não é fácil para a Galp e traria consequências graves para o país (que alguns não viram na altura do boicote sem sentido), uma empresa a sério avançou.


A gigante ExxonMobil descontinuou a distribuição de combustíveis nos E.U.A.


Segundo a reuters a Exxon deixou de distribuir para revendedores e vai vender os 2200 postos próprios que possui. No entanto, ainda nada é referido no site da Exxon.


Os donos de postos próprios vão ter assim que encontrar outros distribuidores. Resta saber se haverá capacidade de distribuição. Não conheço a realidade dos E.U.A. para perceber o impacto desta decisão, mas se em Portugal se passasse o mesmo com a Galp, BP ou Repsol, seria terrível.


Mas, mais do que a rendibilidade anual do investimento, pode haver outro factor que tenha pesado na decisão da Exxon:


Quantos anos mais durará o tráfego automóvel como o conhecemos?


Uma perspectiva terrível é a que o negócio do automóvel e gasolinas pode acabar a curto prazo. Haverá na Exxon, a visão que o negócio do automóvel e dos combustíveis está a acabar, e não vale a pena investir?


Poderá haver. O Telegraph.co.uk já coloca a questão para discussão (link). Pelo rumo que as coisas estão a tomar é possível que utilizar um carro seja um custo que as famílias não possam suportar.


Algum trabalho está a ser feito para acabar com a idade do petróleo (ver aqui) e perante esta informação como devem agir as companhias petrolíferas?


Vamos ver como evoluem as coisas nos próximos meses.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:03


NÃO

por Nuno Saraiva, em 14.06.08
Vejo alguns quase festejos pelo não ao Tratado Europeu.

Para mim são más notícias.

Estamos numa Europa demasiado larga, e pouco profunda. Temos um sistema político que não funciona.

Preferia ser governado por um governo europeu do que pelos sucessivos maus governos nacionais.
A não aprovação do Tratado vai atrasar isto tudo.

O pior é que se a crise económica agravar com prevêem os mais pessimistas, a União Europeia está em risco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:20


Apple WWDC em 60 segundos

por Nuno Saraiva, em 10.06.08
[Youtube http://www.youtube.com/watch?v=dGY28Qbj76A]
Para quem tem pouco tempo o WWDC em 60 segundos. Só mesmo o essencial.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 21:57


Primeiro álbum Blu-ray

por Nuno Saraiva, em 10.06.08


É norueguês o primeiro álbum musical em suporte Blu-ray, um disco de orquestra, com o nome Divertimenti, da orquestra TrondheimSolistene (Os Solistas de Trondheim). É composto por uma selecção de temas de Bela Bartok e Benjamin Britten gravados numa igreja.


Via MIC




Pessoalmente, achei brilhante o modo como resolveram o problema que é a maioria das pessoas ainda não ter um leitor com capacidade para ler o formato Blu-ray. A caixa contém também um disco normal que pode ser executado em qualquer leitor.

O baixo custo do material com que são feitos os cds, permite ás editoras implementar o blu-ray, sem perderem vendas devido a incompatibilidades de formatos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:43

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds