Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




iPhone

por Nuno Saraiva, em 29.08.07
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=LVh429Dp7r0]

http://www.youtube.com/v/LVh429Dp7r0
Dá para jogar o SuperMario... Começo a gostar do iphone.

(vídeo de Nintendo emulado no iphone)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:08


Livros que vou ler brevemente.

por Nuno Saraiva, em 29.08.07


link

Vou espreitar este. Não o vou ler exaustivamente mas alguns capítulos ser-me-ão úteis.


link

Este creio ser a melhor opção para switchers que pouco mais viram na sua vida que Windows.


 link

Este é o que vou levar mais a sério. Encaro-o como "o outro lado da barricada". Espero neste livro encontrar a resposta à pergunta: "O que é que os outros esperam de mim?"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:49

Hoje em dia existem essencialmente quatro tipo de ferramentas para nos apoiar no modo como executamos as tarefas e no tempo que gastamos com estas.

Dependendo das características de cada pessoa mas principalmente da natureza das tarefas a executar, compete a cada um decidir quais escolher. Para muitos um chegará, para outros poderás ser uma combinação de ferramentas.

Ao escrever este post, parto do princípio que queremos por de lado, as velhas técnicas, obsoletas com o volume de informação hoje em dia e com a mobilidade necessária a muitas profissões. (Post its no monitor, papeis na secretária com notas ou coisas por fazer, a agenda em papel, a fotocópia com uma lista de tarefas, etc.)

Temos assim [1]:

  • Registro de tempos (time log)

  • Calendários/Agendas (calendars, schedules)

  • Gestores de Projectos (Project planners)

  • Lista de tarefas (To do lists, task managers)


Os time logs são utilizados para registar o tempo utilizado para cada actividade. São boas opções para quem trabalha em diversos projectos, ou para diversos clientes. Muitas vezes é a única solução para saber o que cobrar a cada cliente. E também é um apoio essencial no apuramento dos custos internos, nomeadamente nas empresas com ABC, que exigem a elaboração duma time sheet.

Os calendários/agendas servem para coordenar diversas actividades dum indivíduo num determinado período de tempo. É útil, para planear o futuro e permite também manter um registo das actividades. Porém tem o handicap de não explicitar o tempo realmente utilizado em cada actividade. Para as pessoas em que tal facto é importante é insuficiente ou inadequado.

Os gestores de projectos são essenciais para coordenar as tarefas e compromissos de um determinado número de pessoas que estejam a trabalhar no mesmo projecto. Estes gestores são uma óptima ferramenta de controlo e monitorização, e uma forma de garantir que todos os prazos, mercadorias, relatórios, etc., são entregues dentro do prazo. [2]

As listas de tarefas são utilizadas para apurar as tarefas que o trabalhador tem de executar e como registo das tarefas efectuadas pois após sua execução, estas podem ser assinaladas com executadas ou apagadas. Uma óptima opção, sendo a sua melhor funcionalidade os reminders, porém será a que menos ajuda a perceber como se gastou o tempo.

Todos os métodos são úteis, mas todos têm as suas limitações, e a sua mais-valia é diferente para cada tipo de actividade e pessoa. escolher
Para executar as suas funções de forma competente e produtiva compete a cada escolher o método apropriado a cada situação.

Exemplos de software open-source:

Time log: TimeCult Time Tracking Application; MPE Time Management

To do list: SimpList; iTask personal to-do list task schedule (este tem uma funcionalidade importante, permite hierarquizar tarefas / definir prioridades)

Projectos: OpenProj - Project Management; GanttProject; Group-Office groupware

Calendários: qOrganizer (não experimentei este,mas afirma ser um 2 em 1, schedule and to do list);BORG Calendar (o que me agrada neste são os reminders por e-mail.)

[1] Haveria mais hipóteses como serviços on-line ou os post its/blocos de notas electrónicos, mas os primeiros não se enquadram neste post (tais como softwares de gerir reclamações típicos dos call centers) e os segundos são NMHO muito limitados.

[2] Para pessoas que estejam em mais do que um projecto ou tenham responsabilidades fora do âmbito do projecto é necessário complementar com outro método.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:44


Google: US Government search

por Nuno Saraiva, em 27.08.07
Descobri hoje um serviço do Google: O US Government search. Além de funcionar como uma página ig onde cada utilizador adiciona feeds que queira lá por, é uma excelente ferramenta dado que restringe a pesquisa a sites do governo dos Estados Unidos.

Por exemplo pesquisando Open Source, decobrimos que existe a página: https://www.opensource.gov/ e que há dezasseis projectos open source que a NASA considera essenciais às suas missões:
BigView, CODE, ECHO, Growler, IND, IPG Execution Service, JavaGenes, Livingstone2, Mission Simulation ToolKit, NodeMon, Pour, ALAB Spatial Audio Renderer, Surfer, Swim, Vision Workbench, e World Wind. (http://opensource.arc.nasa.gov/).
Isto entrando em dois links de 1.900.000.

Pesquisando por "Second Life", vejo surpreendido que o Governo dos E.U.A. tem uma ilha de experiências científicas e a NASA uma estação espacial virtual chamada COLAB.

Seria útil se existisse o idêntico para o governo português. Facilitando a pesquisa de documentos oficiais e legislação.

Ainda assim, há a possibilidade de fazer uma pesquisa avançada para o domínio .gov, mas os resultados não são tão satisfatórios.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:41


Capa do OJE: Iphone desbloqueado

por Nuno Saraiva, em 27.08.07

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:40

Bom, como João Bordalo referiu nos comentários, a técnica consiste em observar n número de pessoas e parar em determinado ponto de forma a escolher a próxima rapariga que aparecer que seja mais bonita que todas as outras.


Assim, os 25% era intuitivo. O rapaz devia observar 50% das mulheres e escolher a próxima que fosse mais bonita que todas as que viu.


A Probabilidade da mais bonita estar na segunda metade é 1/2.


A Probalidadede da segunda, terceira ou quarta estarem na segunda metade também é 1/2.


Logo, 1/2 * 1/2 = 1/4 = 25%


O João abordou ainda a questão mais difícil, que é, qual a melhor hipótese? Em que rapariga deve o rapaz parar para ter o máximo de probabilidade.


Para ser sincero, não cheguei lá, a resposta é rapariga 37 para 37%. Pode ver-se a explicação matemática aqui. Eu só compreendo a primeira.


Nota: Se o rapaz optar pela primeira opção, ver 50 raparigas, é acontecimento quase certo, que casa com uma das quatro mais bonitas...



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:37


Solução do quebra-cabeças 3/3

por Nuno Saraiva, em 22.08.07
Solução final dos sete bolos. Generalização matemática.

Se existirem k bolos, o João tem a vantagem em k-1. Como vimos nos exemplos anteriores, temos sempre uma vantagem no primeiro bolo. - A
Porque: Sabendo que temos vantagem se o João escolher o primeiro bolo, cortamo-lo em 1/2 + A/4 e 1/2-A/4.
Se o João escolher o bocado 1/2+A/4, nós ficamos com 1/2 bolo de desvantagem mas ganharemos a vantagem A nos restantes k bolos; ficando com uma vantagem líquida de A/2

Ao contrário se o João escolher ser segundo no primeiro bolo, nós cortaremos todos os pedaços restantes em 1/2, voltamos a ganhar a vantagem de A/2. (Primeiro bolo).

Conclui-se que ganhamos 1/2 para dois bolos, 1/4 para três bolos, 1/8 para quatro bolos e 1/64 para sete bolos.

isto é VANTAGEM = 1/(2^(k-1))

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:43


Mais um desafio à mente

por Nuno Saraiva, em 20.08.07
Um jovem um dia contou uma anedota que muito agradou a um Sultão. O Sultão, amante da matemática e das probabilidades, ofereceu ao rapaz uma das 100 filhas para casar.

As jovens são-lhe apresentadas uma a uma de forma aleatória. Uma vez que rejeite uma, já não a pode escolher. Quando se decidir por uma é com essa que tem de ficar, mesmo que houvesse mais bonitas no grupo das restantes.

Que estratégia deve o rapaz utilizar para garantir 25% de probabilidade de escolher a mais bonita?

Para garantir a aleatoriedade em relação à beleza, pediu para que as filhas do sultão lhe fossem mostradas pela ordem da hora e minuto do nascimento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:32


Adeus Engenheiro..

por Nuno Saraiva, em 20.08.07
Ter esperança é bom. A saída de Fernando Santos era algo que esperava dia após dia.
 
Hoje é o dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:12


Gestão do tempo - o princípio de Paretto

por Nuno Saraiva, em 19.08.07
Wilfredo Pareto, economista e jardineiro italiano descobriu que 20% das suas pereiras produziam 80% das peras; que 20% dos italianos possuíam 80% das terras.

A partir deste princípio, muitas outras relações 80/20 - 20/80 foram descobertas.

E nós no trabalho? Pode concluir-se que há 20% do nosso tempo que "fabrica" 80% da nossa produtividade. De acordo com o ritmo de cada um poderão ser os primeiros 20% do dia, antes de almoço, depois de almoço, ou mesmo os 20% de tempo que trabalhamos antes de sair.

Ora, este facto, deixa um enorme espaço para que possamos aumentar a nossa produtividade, isto é, os restantes 80% do tempo.

Compete a cada um de nós, analisar o que fazemos, como cumprimos as tarefas, e como podemos aproveitar melhor o nosso tempo.

Um exemplo prático de tempo "mal empregue" são os relatórios. Muitas vezes os empregados demoram um curto período de tempo a escrever o relatório, e elaborar o seu conteúdo, e um tempo enorme com os chamados "acabamentos finais". Muitos patrões, accionistas, etc., prefeririam que esse tempo fosse utilizado a preparar um outro relatório útil, do que a garantir que as tabelas do relatório estavam todas à mesma distância da margem direita.

Obviamente, cada caso é um caso, cada pessoa tem as suas tarefas, e há aquelas em que este princípio não se aplica. Mas ajuda com certeza a pensar no modo como usamos o tempo, que é precioso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:25

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds