Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Se fosse rico, o meu quarto…. IV

por Nuno Saraiva, em 08.06.05

publicado às 11:01


Feira do Livro

por Nuno Saraiva, em 07.06.05
É enorme a feira do livro. Com opções para todos os gostos, novos usados, tecnicos, para lazer…

O difícil mesmo é escolher, por isso andei a passear um pouco por todos os sítios..


Image hosted by Photobucket.com
A história da minha profissão


Image hosted by Photobucket.com
A paixão antiga para a praia


Image hosted by Photobucket.com
Para a colecção


Image hosted by Photobucket.com
Para a minha profissão. (Bom livro - com todos as fórmulas e instrumentos do Cálculo Financeiro: 22 Euros)


Image hosted by Photobucket.com
Livros novos em saldo.


Image hosted by Photobucket.com
Livros novos

Tags:

publicado às 09:09


Mais do mesmo

por Nuno Saraiva, em 06.06.05
Esta Gente / Essa Gente


O que é preciso é gente
gente com dente
gente que tenha dente
que mostre o dente

Gente que não seja decente
nem docente
nem docemente
nem delicodocemente

Gente com mente
com sã mente
que sinta que não mente
que sinta o dente são e a mente

Gente que enterre o dente
que fira de unha e dente
e mostre o dente potente
ao prepotente

O que é preciso é gente
que atire fora com essa gente


Não era bem esta gente: Mais do mesmo!

Tags:

publicado às 08:03


Afinal era o Pirilampo

por Nuno Saraiva, em 03.06.05
Ter sono é acordar, apagar o despertador, ligar o rádio e não conseguir perceber se a voz que estou a ouvir é da Bjork, da Teresa Salgueiro ou da Maria João...

Afinal não estava assim tão enganado:

Tratava-se do hino oficial da campanha do Pirilampo Mágico:

No seguimento da avaliação feita à canção da Campanha Pirilampo Mágico 2003, na qual foi possível juntar as três fabulosas vozes de Teresa Salgueiro, Maria João e Mariza, num tema único e com uma qualidade excepcional, a FENACERCI decidiu assumir a música “Faz a Magia Voar” como o Hino da Campanha Pirilampo Mágico. Deste modo, pretende-se que esta canção fique directamente relacionada com a Campanha e assim seja reconhecida pelo Público como o hino da Campanha Pirilampo Mágico.
Bom fim-de-semana.

Tags:

publicado às 08:31


Dá cá um beijo, Lucyta (Popular portuguesa)

por Nuno Saraiva, em 02.06.05
Fui-me confessar,
Naquela capelinha.
O que eu disse ao padre,
Ninguém o adivinha.
Ninguém o adivinha,
Não adivinha não,
O que eu disse ao padre
Na minha confissão.

Dá cá um beijo,
Dá cá dá cá.
Dá cá um beijo,
Não sejas má.

Não sejas má,
Não sejas louca.
Dá cá um beijo,
Da tua boca. (bis)

Ninguém adivinha,
Não adivinha não,
O que eu disse ao padre,
Na minha confissão.
Na minha confissão,
Na minha ladainha,
O que eu disse ao padre,
Ninguém o adivinha.


Eu nunca pensei,
Eu nunca pensava,
Que era só dela,
De quem eu gostava.
De quem eu gostava,
De quem eu gostei.
Foi por causa dela,
Que eu me confessei.

Tags:

publicado às 15:15


Dia da Criança

por Nuno Saraiva, em 01.06.05
Hoje é dia da criança. Por isso, vamos todos colocar uma história infantil para a garotada.
Por mim, aqui vai a história:

"O Rapaz o velho e o burro"

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Vivia no monte um homem muito velho que tinha na sua companhia um neto. Certo dia o velho resolveu descer ao povoado com o seu burro fazendo-se acompanhar do neto. Seguiam a pé, o velho à frente seguido do burro e atrás o neto. Ao passarem por uma povoação logo foram criticados pelos que observavam a sua passagem:
- Olhem aqueles patetas, ali com um burro e vão a pé.
O velho disse ao neto que se montasse no burro e este assim fez. Um pouco mais adiante passaram junto de outras pessoas que logo opinaram:
- O garoto que é forte montado no burro e o velho, coitado, é que vai a pé .
Então o velho mandou apear o neto e montou ele no burro. Andaram um pouco mais até que encontraram novo grupo de pessoas e mais uma vez foram sensurados:
- Olhem para isto. A pobre criança a pé e ele repimpado no burro.
Ordenou então o velho ao neto:
- Sobe rapaz, seguimos os dois montados no burro.
O rapaz obedeceu de imediato e continuaram a viagem mas um pouco mais adiante um grupo de pessoas enfrentou-os com indignação:
- Apeiem-se homens cruéis, querem matar o burrinho?
Descendo do burro, disse o velho ao rapaz:
- Desce, continuamos a viagem como começamos. Está visto que não podemos calar a boca ao mundo.


Desenho feito por um aluno da Escola EB1 Porto Ferrado em Baião.

------------------------------------@@@@@------------------------------------

Ao longo do dia actualizarei o blog linkando todos os blogs com contos infantis.

Sem nada pra dizer - Alice nos País das Maravilhas
Colares - A Tartaruga e a Lebre
Azenhas do Mar - Os três porquinhos
Contra Indicado - O Castelo das Três Portas
Arrumário - Era uma vez uma cabra montês
Pintado de Fresco - Capuchinho Vermelho
Blog de uma desconhecida - Pinto Pintão

Tags:

publicado às 07:38

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds