Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Hacker engraçadinho....

por Nuno Saraiva, em 30.06.04
Neste momento estou sem qualquer dos meus e-mails... parece que algum engraçado descobriu a minha password e a mudou, em como os respectivos settings para recuperação.



Conto ter aqui o meu um e-mail para receber comentarios sem que estes sejam obrigatoriamente publicados e sem que estejam condenados ao anonimato ou a Utilizadores do blogger.



Aos meus amigos, desculpem lá os mails que devem estar a voltar para trás... (ai ai pela boca morre o peixe...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 08:29


Momentos díficeis

por Nuno Saraiva, em 30.06.04
Ontem tive uma manhã muito díficil...



No banho, o gaz estava a acabar.

Tinha um furo no carro, tive que correr para um autocarro.

Perdi uma chave importantíssima da minha empresa.



Neura Neura Neura, stress stress stress











Hoje a manhã foi calma e boa, sem stress algum, resta-me agradecer ao meu amorzinho a compreensão e amor dados.



O meu dia de hoje, dia bom, é dedicado a pensar em ti.



Bom Dia

Beijos

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 07:56


LEYENDA DE LA FLOR DEL CACTO

por Nuno Saraiva, em 28.06.04
Para Azenhas



A lenda da flor do cacto.





La región humahuaqueña antes de que el mundo estuviera totalmente firmado, era un lugar sereno y de paz. Los indios vivían labrando sus andenes gustando la coca en acullicos interminables. Calchaquíes y diaguitas soñaban envidiosos con conquistar sus tierras llenas de vida, amor y esperanza. Un día resolvieron a una de sus más hermosas mujeres llamada Zumac Huayna para enamorar al jefe de los humahuacas, distraerlo de sus labores, de su vigilancia sobre el pueblo feliz y permitir la destrucción del mismo. Y en efecto lo consiguió. La muerte reinó por doquier al ser traicionados los humahuacas. Una noche infernal fue aquella en la que perecieron miles y miles de hombres desarmados, hasta hacía poco dichosos y contentos. Sólo se salvó el infortunado jefe, que lanzando proféticas palabras, anunció lo inútil de esa matanza, ya que no gozarían los vencedores de esa victoria. La tierra antes verde, amarilló de arenas estériles, de rocas erizadas. Y primero él y luego todos los cadáveres de sus hermanos, fueron transformados en espinosos cactos y escalonándose en quebradas y valles, en las cimas y en los pasos, como centinelas alertas y eternos. Y en horas en que el sol calcina la tierra, antes fértil ahora yerma, abren sus flores amarillas, blancas y rosas, que, según dicen los lugareños son las almas de aquellos buenos indios...





aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:28


5 silliness???? BUAA

por Nuno Saraiva, em 24.06.04


How to make a Gatodasbotas
Ingredients:


1 part pride


5 parts silliness


1 part energy
Method:
Add to a cocktail shaker and mix vigorously. Add a little curiosity if desired!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 07:53


Auto-estima.

por Nuno Saraiva, em 22.06.04
Aproveito agora que tenho um blogue para deixar um conselho do meu amigo Ricardo.



Por vezes temos tendência a manter a nossa estima em baixo... Parece que tudo nos corre mal. Parece que somos os tipos com azar,.. Parece que somos a base da pirâmide.



Chegamos ao trabalho.. Estacionamos o carro na garagem.. Olhamos à volta. BMWs e Mercedes. Um Porche aqui um Jaguar ali. Dois Hondas. O nosso Opel Corsa....

Ou então nem temos direito a por o carro na garagem...



Fulano compra camisa de vinte contos.

Sicrano troca de telemóvel de três em três meses..

Massano tem computador topo de gama.

Etc.Etc.



Um pensamento que gosto de ter é que são questões exclusivamente monetárias... Pensar que são tudo bens que ultrapassam a primeira necessidade.

(Livros são bens de primeira necessidade.. – viva as bibliotecas municipais!!)

Qualquer pessoa pode ser feliz mesmo que a sua carreira profissional e posses económicas não sejam abundantes.. Basta pensar que o mais importante na vida é a saúde. Primeiro que tudo há que ser saudável. Depois a vida sentimental, amor, família e amigos...

Pensar que as economias estão ainda abaixo disso.



Depois há ainda o conselho do Ricardo




“É no autocarro e no metro. No autocarro e no metro. Olha para as pessoas no autocarro e no metro... esquece o pequeno mundo da tua empresa e dos restaurantes e faz uma pirâmide da qualidade económica das pessoas...

Nessa pirâmide estás bastante acima, não..

Tens nessa pirâmide pessoas que fazem grande esforços financeiros, que vestem pior, que têm trabalhos duros, que levam um pão para comer ao pequeno almoço enquanto tu o tomas no café... Pessoas que não têm mesmo carro...



Tudo é relativo.. maioria das pessoas anda no autocarro e no metro. Aí é que tens que te comparar...”




Concluindo, na vida vale sempre a pena sorrir, na qualidade de vida, basta ver a percentagem de pessoas que faz o que nós fazemos. Quantas pessoas têm carro, computador, internet,.. quantas podem comprar revistas? Quantas podem jantar fora?



Se calhar, até estamos bem e por vezes amachucamos a nossa autoestima sem necessidade....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:39


Euro 2004 e sociedade portuguesa.

por Nuno Saraiva, em 22.06.04
Sábado passado foi o culminar da percepção que eu vinha tendo da agitação que o Euro está a provocar no nosso país (comunicação social à parte)



Claro que como toda a gente que anda por Lisboa e em príncipio em qualquer cidade que tenha o Euro se apercebe que há enormes massas de gente diferente e muitos de camisolas coloridas..



Mas nunca pensei que viria a ver uma festa numa viagem de autocarro entre Sintra e Colares, autocarro este que normalmente vai vazio e por isso faz uma viagem de hora a hora (Ou será faz uma viagem de hora a hora e por isso vai sempre vazio?)

Nunca esperei ver 12 croatas, seis casais, todos contentes e bem dispostos, (férias, futebol, dias de sol e amigos – quem não fica??) rindo..

Nunca esperei que no mesmo autocarro entrassem 16 suiços, todos rapazes e quase todos equipados a rigor.. Os suiços começaram a cantar Allez Swiss Alezz...

Os croatas começaram a cantar (palavras imperseptiveis para mim)



Quando se fazia silencio, um senhor lá à frente dizia Sokota Sokota, uma senhora cá atrás dizia “Prima na Suiça, Prima na Suiça”











VIVA O EURO2004!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 07:38


Janet Santos

por Nuno Saraiva, em 22.06.04
Andava eu vagueando pelas ruas de Lisboa, sozinho, num sábado à tarde pelas ruas de Lisboa, na zona Saldanha – Campo Pequeno. Eram 14.30 e ainda não tinha almoçado, tinha estado toda a manhã numa acção de formação.



Na realidade tinha apenas comido um Pão de Deus simples e um garrafa de leite com chocolate lá para as onze.



Andei para trás e para a frente e começava a entrar naquela hora estúpida em que os restaurantes já não servem, e lanchar não chega, a única solução parece ser o McDonald´s, pelo menos aí são sessões contínuas (Experimentem ir lá às 14, às 15, às 17, às 18:30 e vêm que há sempre gente a almoçar...).

Mas até nem me apetecia comer hamburguer. Pensei em ir para casa, uma hora de caminho.



Dirigia-me eu ao local onde tinha estacionado o carro, quando passo por uma loja de conveniência Select. (by Shell) e decido entrar.



Para meu espanto o ambiente estava fresquinho. Estavam quatro ou cinco clientes na loja. Conversavam com o empregado de balcão.



Entro mas não peço nada, vou direito aos jornais para ler as gordas. Depois, vou em direcção ao balcão e olho com cara de tia enjoada para os croissants e sandes de pão de forma pré-fabricadas e embaladas.



Pensei em sair e ir para o carro quando o empregado me dirige a palavra e pergunta:



- Se quiser posso preparar-lhe um hamburguer. Olhe que são bons.



Eu concordei. Fui buscar uma bebida aos frigoríficos, e fui pagar antecipadamente, para cumprir as regras da casa.



Esse empregado era de raça negra, origens africanas, com certeza.

O seu nome , Janet, fiz questão em decorar mais tarde.



O Janet é exemplar no que faz. Nunca está parado. Fiquei muito satisfeito com o serviço prestado. Naquela loja sinónimo de simpatia e qualidade de atendimento é Janet.



Fez-me um hamburguer de cebola espeeeecctacular.... Vale a pena lá ir provar um hamburguer feito pelo Janet.. Ainda me ofereceu uma rodela de tomate (de qualquer maneira o tomate já estava cortado e ia estragar-se... – excelente pormenor de gestão de recursos)



Enquanto me deliciava com aquele hamburguer, prestava atenção ao atendimento.



Janet, no seu estilo de comparsa africano é perfeito a atender clientes..



Fala como um jovem para os jovens, fala com etiqueta e salamaleques para as pessoas finas que lá vão, trata os Doutorzinhos por DR., trata as pessoas mais velhas com carinho.



Dois olhares e está feito. Está automatizado o modo de abordar o cliente..

Quando não tem clientes para atender, conversa com eles enquanto limpa o local de trabalho e varre o chão. Janet Non Stop.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 07:35


Lido...

por Nuno Saraiva, em 21.06.04
Percorrendo novos caminhos descobri este post de que gostei muito.



" O Copo do Euro"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:50

Escovei 100 vezes o cabelo antes de me deitar é um livro de Melissa P., que conta a história de uma rapariga que nos leva crer ser ela, que não consegue que ninguém a ame.



Para levar essa idéia avante decide oferecer o seu corpo aos homens de quem gostava e vai-nos descrevendo diversas experiências sexuais de todos os tipos, das bonitas às feias, passando pelas esquisitas..



O facto é que maioria dos homens nada mais quer daquela jovem de 17 anos do que o seu corpo.





O livro pretende ser erótico, mas na minha percepção não conseguiu, e para romance, não me agradou.. Dá a sensação que tudo acontece demasiado depressa... De virgem a sex bomb



Vale a pena ler na óptica de conhecimento e sequência, mas não vale a pena a compra, é apenas literatura lightoerótica

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:19


Pausa

por Nuno Saraiva, em 07.06.04
O BLOG vai estar um pouco parado por motivos académicos..



Até Julho...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 09:17

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

subscrever feeds